quinta-feira, 9 de julho de 2009

#Rosto - Manchas

Na corrida pela beleza, vale tudo para ter uma pele bronzeada, aparentemente saudável. No entanto, as longas exposições ao sol podem provocar alterações no tecido cutâneo, com séria conseqüência no futuro: a fotodermatose. São manchas provocadas pela irradiação solar, que vão desde as queimaduras até o cancêr de pele. As manchas de pele mais freqüentes são a leucodermia (ou sardas brancas), a melanose solar (erroneamente chamadas de manchas senis), a senescência cutânea e a ceratose actínica (que é uma lesão pré-cancerosa).
A leucodermia é muito comum e atinge geralmente as mulheres de pele clara a partir dos 30 anos de idade e com uma história de exposição constante ao sol.

A melanose solar é uma mancha de coloração escura e bem delimitada, decorrente do aumento da atividade dos melanócitos, responsáveis pela liberação da melanina. Aparece no dorso das mãos, face, colo, antebraços e pernas. Algumas podem ser perigosas, pois tendem a desenvolver um processo canceroso.

A melhor forma de prevenir a leucodermia e a melanose solar é evitar o sol entre as 10 e as 15 horas e sempre, SEMPRE, usar filtro solar com, no mínimo, FPS 15.



* Retirado do Livro: Segredos da Boa Pele



Na área da estética existem certos tratamentos para amenizar ou retirar as manchas, como por exemplo:



* Decapagem Biológica;

* Peeling de Ácido Mandélico;

* Peeling de Cristal;

* Peeling de Diamantes;

* Entre outros tratamentos clareadores.

#Rosto - Rugas

Vários fatores contribuem para a formação das rugas. Um deles é a hereditariedade. O sol é outro fator que pode acelerar o processo de envelhecimento. A exposição às radiações solares provoca uma deterioração do colágeno, favorecendo a formação de rugas e outros sinais de dano actínico, como vasos sangüíneos superficiais dilatados, mudanças pigmentares e flacidez.
A tensão constante na face, provocada por expressões faciais, também pode resultar num sulco permanente. As rugas entre as sobrancelhas, as linhas finas ao redor dos olhos (conhecidos como pés-de-galinha) e as linhas do sorriso, que se estendem do nariz até a boca, são exemplos comuns da atuação muscular no aparecimento de rugas.

A pele jovem, por causa de sua elasticidade, suporta o impulso gravitacional. Com a idade, porém, a degeneração do colágeno e da elastina na derma a torna flácida. Preste atenção a estes sinais: pele flácida nas pálpebras, bolsas embaixo dos olhos e abaixo da mandíbula são exemplos do impacto da gravidade que acontece na face.

Linhas verticais na testa, nas maçãs do rosto e na região malar podem ser o resultado do hábito de pressionar a face no travesseiro todas as noites, durante o sono. Com o tempo, essas linhas tornam-se permanetes. A melhor solução é dormir de costas, com a cabeça sem lateralidade. Isso evita o problema, mas, por outro lado, pode atrapalhar o sono, pois favorece o ronco.

A perda da proteção de gordura ou redistribuição dessa sustentação na terceira camada da pele, ou seja, na hipoderme, que ocorre a partir dos 30 anos, pode causar sulcos e rugas aparentes na testa ou ao redor dos olhos, queixos e pescoço.

Algumas rugas são superficiais, outras podem ser mais profundas. Com a ajuda de um bom profissional as rugas podem ser tratadas, e com alguns cuidados, é possível prevení-las.

O primeiro passo é a prevenção das rugas. Para isso um dos cuidados essenciais é proteger a pele do sol. Também é preciso eliminar as expressões faciais desnecessárias e dormir numa posição que não aumente as rugas faciais. E atenção: se você fuma, é melhor parar.



* Retirado do Livro: Segredos da Boa Pele



Se tais cuidados como os citados acima forem seguidos, esses simples hábitos podem ajudar e muito no combate às rugas.

Na área da estética existem diversos tratamentos faciais que ajudam no combate e eliminação das rugas, veja alguns:



* Eletrolifting;

* Decapagem Biológica;

* Eletroestimulação;

* Massofilaxia facial;

* Entre outros.

#Rosto - Acne

A acne é um distúrbio cutâneo muito comum na adolescência, mas que em alguns casos pode se prolongar até a idade adulta. Seu aparecimento depende da predisposição genética da cada pessoa, do aumento na produção do sebo, causando deformidades nas glândulas sebáceas da pele, e da presença de bactérias que normalmente vivem sobre o tecido cutâneo.
Quando a pessoa atinge a adolescência, várias transformações ocorrem no corpo. Uma delas é o aumento da produção dos hormônios androgênicos (hormônios masculinos) que, ao atingir a pele, causam aumento do sebo e das glândulas sebáceas. Podem surgir, então, a seborréia (oleosidade da pele e couro cabeludo), os poros dilatados, cravos e espinhas.

A acne aparece também como resultado do uso de certos produtos, veja alguns:

* Produtos oleosos, como bronzeadores, cosméticos óleos e graxas, sobre a pele (pois podem provocar a obstrução dos poros, causando a chamada acne cosmética);

* Cortisona por via oral;

* O excesso de alguns componentes do complexo B (principalmente vitamina B12), assim como iodo, levedura de cerveja e outros medicamentos;

* Distúrbios hormonais, ovários policísticos e estado de tensão emocional também podem acarretar o aparecimento de acne ou agravar o problema.



Tanto para prevenir quanto para tratar a acne, algumas dicas são importantes:

* Nunca, mas nunca mesmo, esprema as espinhas ou cravos. Isso não ajuda em nada. Pelo contrário, você acaba provocando uma cicatriz para sempre. Espremer a espinha ou cravo aumenta a inflamação, retardando a cicatrização, e pode até desenvolver um cisto. Não se deixe convencer de que espremer é melhor. Resista!

* Não há comprovação científica de que algum alimento como o chocoloate cause acne. No entanto, uma alimentação saudável mantém não apenas a pele, mas todo o corpo em condições mais equilibradas de saúde.

* Evite pomadas, cremes ou qualquer produto que possa obstruir os poros. Eles só pioram a acne;

* Pasta de dente, antissépticos e curativos oclusivos não servem para tratar a acne;

* Não lave nem esfregue em excesso a região com acne. Isso estimula mais a produção do sebo e pode provocar irritação na pele;

* Cuidaodo com remédios caseiros ou "receitados" por curiosos. Na maioria das vezes, pioram a acne e podem provocar alergias ou manchas na pele;

* A prática de esportes não causa acne.



* Retirado do livro: Segredos da Boa Pele

quarta-feira, 8 de julho de 2009

#Corpo - Estrias


A maioria das mulheres e muitos homens têm, em alguma região do corpo, estrias que surgem em algumas fases da vida.
As estrias são evidências de que as células de sustentação, formada por colágeno e elastina, não conseguiram manter-se durante a fase de crescimento ou aumento de peso.

A pele pode ser comparada a um tecido que, se muito esticado, esgarça. O que acontece é que na derme, ou seja, na camada mais profunda da pele, há o rompimento das fibras de colágeno e elastina, que lhe dão elasticidade. A derme esgarça, tornando-se mais fina e atrofiada, como se fosse uma cicatriz. As estrias aparecem como resultado desse processo.

Na mulher, as estrias surgem em geral na puberdade ou na gravidez, momentos de maior estiramento da pele. Na adolescência, além de desenvolvimento muito rápido do corpo há o crescimento dos seios e o arredondamento das nádegas e coxas. Durante a gravidez, essas mesmas áreas e a barriga ganham volume. As regiões que mais crescem, e de maneira mais abrupta, são justamente as que estão mais sujeitas ao aparecimento das estrias.

Nas mulheres, os hormônios também contribuem para o surgimento das estrias. É o caso do início da produção de estrógeno e progesterona na puberdade e do aumento de alguns deles (como o estrógeno) durante a gravidez.

Outros fatores também provocam o estiramento da pele, entre eles a hereditariedade. Há uma tendência de membros de uma mesma família apresentarem esse problema. O aumento repentino de peso também provoca estrias. Homens e mulheres que ganham muitos quilos num período curto ou que emagrecem rapidamente provocam um estiramento rápido da pele.

Nos homens, o desenvolvimento do contorno corporal por meio de musculação pode causar estrias, especialmente na região dos bíceps, axilas e ombros. Nas mulheres, a musculação desenvolve menos, e mais devagar, a massa muscular, por isso dificilmente provoca estrias.

O que determina a gravidade das estrias é a cor. No começo, elas são avermelhadas ou arroxeadas, em forma de linhas de diversos comprimentos e larguras. Na sua fase inicial, as estrias têm um tom rosa-claro. É o primeiro sinal de que a pele está sendo rompida. Nessa fase, a pessoa ainda pode fazer muita coisa para evitar que o problema piore.

Quando as estrias surgem arroxeadas, é mais difícil evitar sua expansão, mas é possível tratá-las. Gradativamente, porém, assumem uma cor branco-nacarada. São estrias consideradas antigas, com mais de dois anos.

As estrias não regridem, isto é, o processo de formação não é interrompido, mas é possível adotar uma série de cuidados para tentar prevenir o problema. O uso de hidratante na pele é uma alternativa. Um tecido bem lubrificado não estria com tanta facilidade e, com mais elasticidade, suporta melhor as oscilações do peso e crescimento. O ideal é optar por hidratantes ricos em emolientes à base de colágeno, elastina, uréia, AHA's...

Uma alimentação saudável e rica em vitaminas, principalmente vitaminas E e C, ajuda na formação do tecido colagênico, dá mais elasticidade à pele e favorece a microcirculação da pele.

Manter o corpo bem hidratado por dentro (beber dois litros de água por dia), e por fora (usar cremes emolientes), utilizar bloqueadores solares, tomar duchas e alternar jatos de água fria e quente para ativar a circulação, evitar o uso de roupas demasiadamente apertadas, não fumar, praticar atividades físicas moderadamente e sempre usar sutiãs que sustentem o peso dos seios são atitudes que certamente irão evitar o aparecimento de novas estrias.

*Retirado do livro: Segredos da Boa Pele

#Corpo - Gordura Localizada

Devido a uma predisposição genética, as mulheres tem tendência a acumular gordura nas coxas, culotes, abdomem e braços. A gordura localizada e a flacidez tem um papel de desarmonia corporal tanto para mulheres quanto para homens.
O excesso de gordura pode se manifestar de 3 formas:

* Excesso de peso;

* Excesso de gordura - mesmo as pessoas magras podem ter excesso e gordura em sua composição;

* Gordura Regionalizada: Se caracteriza pela distribuição homogênea em certas regiões do corpo humano. Nas mulheres, o acúmulo da gordura ocorre principalmente no quadril e nas coxas. Nos homens, na região do abdômen, formando os pneuzinhos.

Os tratamentos na área da estética são muitos, alguns como:

* Massagens localizadas;

* Bandagens crioterápicas;

* Ultra-Som;

* Endermologia;

* Entre outros.

#Corpo - Flacidez

A flacidez é a falta de tonicidade da pele gerada por fatores genéticos, ambientais e de maus hábitos, como falta de exercícios físicos.
Não há um fator específico que cause a flacidez.

Geralmente a flacidez ocorre em pessoas idosas, porque à uma perda muscular e aumento de gordura. Eles também produzem menos colágeno e elastina que são as fibras mais importantes da tonicidade da pele. Cirurgias que promovem perda de peso rapidamente, também favorecem a flacidez.

O exercício físico é fundamental para manter a fibra muscular tonificada.

Os tratamentos para melhorar a flacidez são: massagens, aparelhos estéticos e bastante hidratação com cremes potentes e tomar muita água.

Outra coisa que é importante salientar, é que o excesso de sol provoca a flacidez. O uso de sutiãs ajuda a sustentar os seios e combater a flacidez dos seios.

#Corpo - Alguns cuidados básicos sobre a celulite

* Homem não tem celulite;
* Na gravidez a celulite piora;

* Tomar água ajuda a conter o avanço do problema;

* Magras também têm celulite;

* Cremes para celulite devem ser usados sempre. Se a aplicação é suspensa, o problema piora. É como escovação dentária: precisa ser feita todos os dias;

* A celulite em estado avançado dói;

* Os exercícios físicos potencializam os resultados de um tratamento estético;

* Camas de ginástica passiva não melhoram a celulite;

* Deve-se ter uma dieta equilibrada;

* Refrigerante diet não causa celulite. O problema do refrigerante é o açúcar e não o gás;

* Drenagem Linfática ajuda no tratamento da celulite, mas deve ser associada a outros métodos;

* Lipoaspiração não elimina a celulite;

* Se parar o tratamento a celulite volta a atacar.

domingo, 5 de julho de 2009

#Corpo - Celulite

O que é:
 
Pode-se descrever Celulite ou Hidrolipodistrofia Ginóide como uma alteração do tecido conjuntivo subcutâneo característico da mulher, com desequilíbrio do metabolismo do metabolismo, da circulação e das fibras de sustentação.

Celulite não é gordura; muita gente confunde as duas coisas porque onde há gordura localizada geralmente aparece também a celulite. Essa afirmação é comprovada pela simples comparação estatística das duas manifestações: enquanto a obesidade afeta cerca de 28% das mulheres adultas e é caracterizada pelo aumento do número de tamanho das células de gordura (adipócitos), a celulite afeta cerca de 90% das mulheres adultas e é caracterizada por mudanças na estrutura interna das células de gordura e na substância que as envolve.

Estágios da celulite:
 
* 1º estágio - É uma fase inicial em que a celulite ainda não é percebida ( o processo já está se iniciando internamente, mas não pode ser visto).

Se estiver atenta ao corpo e as suas mudanças e a celulite for detectada neste estágio, a pessoa poderá evitar a evolução.

* 2º estágio - Neste estágio, os primeiros sinais da celulite passam a ser visíveis e podem ser sentidos sob palpação. A pele ganha um aspecto acolchoado e com ondulações.

* 3º estágio - Esta é a fase em que aparecem os nódulos celulíticos que, além de serem visíveis, também podem ser sentidos.

Nesta fase, os sinais são bem visíveis, não necessitando sequer de palpação para serem percebidos:

- pele áspera e com poros dilatados e aspecto acolchoado ou de casca de laranja

- acúmulo de líquidos e gordura localizada principalmente nos culotes;

- inchaço nas pernas;

- flacidez.

* 4º estágio - Este é o estágio mais avançado. Ocorre a formação de fibrose (cicatrizes internas); má circulação sangüínea; causa dores espontâneas ou sob palpação.
 
Causas da celulite:
* Hereditariedade;

* Fatores hormonais (puberdade, gravidez, disfunção ovariana ou tireoidiana que alteram o equilíbrio hormonal, uso de medicamentos como cortisona ou hormônios e remédios para tratamento de ovário policístico e de infertilidade, uso freqüente de anticoncepcionais);
* Fatores circulatórios;
* Má alimentação (sal, gordura, fritura e doces em demasia);
* Obesidade;
* Estilo de vida (uso constante de sapatos de salto alto e muito apertados que dificultam a circulação; uso constante de roupas muito justas e apertadas que também prejudicam a circulação);
* Vida sedentária;
* Excesso de toxinas (álcool, refrigerantes, café e chá preto, cigarro, falta de hábito de tomar água);
* Estresse;
* Fatores emocionais.

Os tratamentos na área da estética são diversos, como por exemplo:

- Ultra-som;
- Endermologia;
- Massagem estética (modeladora, turbinada, massagem com bambus...);
- Drenagem Linfática Manual;
- Ionização
- Entre outros.